Desigualdades de género

“Hoje estamos a tentar construir uma escola onde as mulheres, membros de minorias étnicas e religiosas e pessoas de culturas não-ocidentais possam ser vistas e ouvidas, com respeito e amor, tanto como portadoras de conhecimento específico e como um objeto de estudo. Uma escola na qual se acredite que o mundo é constituído por muitos tipos diferentes de cidadãos e cidadãs e em que todos e todas possam aprender a comportar-se como cidadãos/ãs do mundo”.

(Martha Nussbaum, em Cultivating humanity, 1999)

PARCEIROS